Organização: Catarina Maul
Assessoria: Cristina Scudeze



terça-feira, 4 de outubro de 2011

AMOR DOS VERSOS MEUS

AMOR DOS VERSOS MEUS


“São demais os perigos desta vida...”

“Quando a luz dos olhos meus e,

a luz dos olhos teus resolvem se encontrar...”

Sinto atmosfera de amor no ar.

Se nossos olhares se encontram,

Palavras de amor ecoam,

Silentes de nós mesmos,

E assim amando somos um.

A esfera que brota ao redor,

Guarda o segredo do amor livre e proibido,

O amor que deixo nos versos meus,

Mas que na verdade são seus.

Há por certo aroma de amor no ar.

Nos dias vividos ao seu lado,

Sinto pulsar todo nosso amor partilhado,

E me deixo embriagar de amor e paixão.

Quero morrer de amor até o fim,

Viver desse amor dormente,

Versando seu amor intenso,

Adormeço nos braços desse amor sublime.

(Vania Souza)

3 comentários:

  1. Bela poesia... Vc tem o dom de versar as palavras e entoar a melodia da alma... Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Eduardo Villaverde22 de outubro de 2011 15:28

    Poesia linda.Tudo perfeito. Sublime amor!

    ResponderExcluir
  3. Vânia sempre com suas poesias fabulosas.

    ResponderExcluir

Comente... Nada melhor para um escritor do que ser lido.